Templo de igreja desaba na Bahia e autoridades apontam problemas sérios na estrutura

O templo de uma igreja evangélica ficou completamente destruído após o desabamento do teto do prédio, na última segunda-feira, 14 de agosto. O caso foi registrado na cidade de Gandu (BA), mas ninguém ficou ferido.


A Defesa Civil da cidade do sul baiano informou que não havia ninguém dentro do templo no momento que a estrutura ruiu. Investigações preliminares descobriram que o teto de madeira estava comprometido e a estrutura do templo não suportou o peso.

“Como as paredes apresentavam comprometimento na estrutura, interditamos a igreja que será demolida para evitar outros incidentes”, disseram os responsáveis pela Defesa Civil do município.


De acordo com informações do Voz da Bahia, os representantes da igreja não se manifestaram sobre o incidente ou quais medidas serão tomadas em relação ao templo.


Irresponsabilidade


Desabamentos de templos evangélicos são uma tragédia recorrente. Há pouco mais de um ano, em junho de 2016, uma igreja que estava em obras sem alvará ruiu, matando uma fiel soterrada. O pastor responsável pela congregação da Assembleia de Deus Ministério Madureira em Diadema admitiu à Polícia que a obra era feita sem a consulta a um engenheiro e sem alvará da prefeitura da cidade.

Ele afirmou, em depoimento ao delegado do 4º Distrito Policial de Diadema na última terça-feira, 21 de junho, que havia pedido aos fiéis da denominação que fizessem as obras de forma voluntária. O resultado foi a perda de uma vida.


Em dezembro do mesmo ano, um templo desabou na Nigéria em pleno culto de inauguração, matando 160 fiéis. No momento do incidente, centenas de pessoas participavam de uma celebração na Reigners Bible Church, em Uyo, estado de Akwa Ibom.


As obras do local – que tinha capacidade planejada para 10 mil pessoas – haviam sido aceleradas para que o espaço recebesse a cerimônia de consagração de um novo bispo. “Vi mais de 100 corpos. Só conseguimos sair vivos pela graça de Deus”, comentou um dos sobreviventes.

Categoria:Brasil

Deixe seu Comentário