Missionária caminha por 10 horas à noite para evangelizar indígenas

Em oposição a perseguição aos cristãos ocorrida no norte da Colômbia, segundo afirmações da Portas Abertas, uma missionária, cujo nome não pôde ser divulgado, vai até a região no meio da noite.


De acordo com a instituição, a missionária já chegou a andar mais de 10 horas a pé para chegar à região. Por consequência, suas ações trouxeram a conversão de mais de 200 indígenas.

A missionária atua juntamente com o marido, o filho, e outro missionário, que também não pôde ser divulgado. Apesar disso, ela e os neófitos estão sofrendo riscos pelo fato da fé cristã não ser bem vista pelos líderes das tribos.


“Ser cristão vai contra todos os princípios profundamente enraizados na tradição indígena”, afirmou o missionário que atua entre as comunidades indígenas da Colômbia com a missionária.


Recentemente, a missionária foi ameaçada de ser expulsa de sua casa e região pela divulgação da fé cristã. No entanto, continua a seguir suas atividades, mesmo com os riscos.

O Portas Abertas dá apoio financeiro em suas viagens e seus dois filhos, que atualmente são adolescentes, vivem em um abrigo para filhos de cristãos indígenas perseguidos chamado La Casita.


De acordo com a instituição, abrigos como esse são fundamentais para filhos de missionários e cristãos perseguidos, pois a rotina de trabalho é complexa e as ameaças podem causar transtornos emocionais nos jovens.

Categoria:internacional

Deixe seu Comentário